Presente do TUBA -

Presente do TUBA -

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

ANÁLISE CRÍTICA - PENSANDO EM TI.












"TODOS OS SENTIDOS NOS TEXTOS DE CÁRMEN NEVES
Maria José Limeira

Recebi pelo correio convencional o livro de poemas
“Pensando em ti...”, de Cármen Neves.
Li-o com interesse e emoção.
São textos inquietantes, enfocando o erotismo, tema
dos mais difíceis, que a autora trata com todo
respeito e com a maior seriedade.
Os poemas de Cármen Neves escorrem como água de
riacho, numa simplicidade comovente, sem se importar
com obstáculos.
Não conheço a autora pessoalmente, pois milhares de
quilômetros separam o pobre Estado da Paraíba, onde
resido, de Santa Catarina, onde ela mora.
Mas, isto não impede de observar que ela escreve como
fala, e seus textos contam histórias.
Histórias que descrevem a nova Mulher exigindo o
espaço que lhe é de direito. Nua, na cama. Ora
submissa, ora dominadora, mas sempre presente.
A apresentadora da obra, Claudete Lucyk, diz que a
Poesia de Cármen Neves “pouco tem de técnica, porque
não é este o objetivo”.
Eu acrescento: o que falta em técnica, sobra em
sentimento.
O que interessa no livro é a revelação dos sentidos e
a coragem de dizer abertamente o que a maioria
esconde.
Mesmo abordando tema difícil, a autora não se perde em
exaltações e escândalos. Sua postura é tranqüila, de
quem sabe das coisas, transmitindo-a simplesmente, sem
mais delongas, como lições de vida.
O mais interessante no livro de Cármen Neves é que os
poemas formam um conjunto compacto, permitindo ao
leitor apreendê-los um a um, ou no todo.
Há palavras-chave que funcionam como traços de
ligação, página a página: pele, olhos, boca, ouvidos,
nariz, garganta, coxas, sexos, homem e mulher, como
expressões de todos os sentidos do erotismo, em plena
realização.
Como exemplos, cito alguns trechos dos poemas de
Neves:

“Quero devorar-te com os olhos, com
as mãos e com a boca”.

“Cada segundo que passa, sinto meu corpo exalar
um desejo incontrolado por ti”.

“O toque de tuas mãos másculas, em minha pele
macia, libera o desejo que está em todo o meu ser”.

“Ficaste totalmente ao meu comando e pude usar
minhas mãos, boca, pernas, seios, em teu copo ereto”.

“O desejo em nossos olhos é cristalino”.

“Por um instante, senti teu cheiro de homem”.

“Neste exato momento, estarei aos teus pés
ajoelhada e inteiramente submissa, sentindo toda
a tua masculinidade em minha boca”.

A novidade é que, sem intenção de mostrar erudição, e
usando a linguagem mais simples, sem retoques ou
enfeites, a autora consegue prender a atenção, da
primeira à última página. Como caixinha mágica, que
surpreende a cada instante, com um gostinho de venha
mais."

(Maria José Limeira é escritora e doce jornalista
democrática de João Pessoa-PB).



BIOGRAFIA
Maria José Limeira (Ferreira) nasceu em João Pessoa-PB, Brasil, fez curso (incompleto) de Filosofia Pura na UFPB. Presa, em 1964, pelas forças da repressão, no Quartel do 15RI, abandonou seus estudos superiores,auto-exilando-se nas cidades do Rio e São Paulo, onde conviveu com os escritores Aguinaldo Silva, Vinicius de Moraes, Assis Brasil, José Edson Gomes. Conheceu, no Rio, o poeta português e crítico literário Arnaldo Saraiva, da cidade do Porto, que dedicou a ela seu livro ""Encontros/Des-encontros, amizade que perdura até hoje. Retornou à Paraíba nos anos 70, quando ingressou no Jornalismo, começando como repórter até chegar a ocupar cargos de Direção em diversos jornais, inclusive no semanário "O Momento", que ajudou a fundar...

Livros publicados:
"Margem", "Aldeia virgem além", "As portas da cidade ameaçada", "O lado escuro do espelho" (contos); "Olho no vidro"(novelas) e "Luva no grito" (romance). Escreveu também peças teatrais, como "Os maloqueiros", "O transplante" e "O alcoólatra". A peça "Os maloqueiros" recebeu Menção Honrosa em concurso de âmbito nacional promovido pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte-MG. Atualmente, escreve um livro de "Memórias".

Queridos leitores!
Essa foi a análise crítica que a Maria José fez e eu, fiz questão de mostrá-la aqui. risos
Com carinho,
Cármen Neves.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

INFORMANDO...











Queridos Amigos!

Como vão?

Acabo de decidir (desta vez é definitivo), a data do lançamento do meu livro, Castelo dos Desejos.

Já reservei o castelo, o fotógrafo e enviei um e-mail à gráfica para saber quanto custará os 500 exemplares e o mais importante (risos) EM QUANTAS VEZES ELES PARCELARÃO.

Decidi que não vou esperar por patrocínio nenhum. Caso ele aconteça, será de livre e espontânea vontade.

Eu não estava me reconhecendo, parada e triste. Não sou assim. Explico: Não espero as coisas acontecerem. Não espero que as pessoas façam, eu faço. Então, decidi FAZER. Claro que nesse meu querer envolve dinheiro, o mal necessário de que não disponibilizo, mas como quero me dar esse presente de aniversário, assim será!

Ah! A data do lançamento é 05.04.08. Reunirei mais ou menos 100 amigos ( no castelo tem lugar para 200), juntos, festejaremos um dia importante para mim, em dose dupla.

Não marquem nada para esse dia, ou melhor, para essa noite de sábado.

O convite enviarei perto da data.

Beijos !



Cármen Neves.

www.carmenneves.prosaeverso.net

http://soparadizerquetenhoumblog.blogspot.com/

" Se você julga as pessoas, não tem tempo para amá-las"

( Madre Teresa de Calcutá - 1910-1997)

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Preciso de você.

De repente, tudo muda e depressa eu vou.
Deixarei correr ao vento, o que restou, restou.
Haveria amor, eternamente em meu pensar.
Queria você agora, ao meu lado e sem demora.
Vem amor.
Por favor,
Vem beijar e me abraçar.
Correu o vento,
No pensamento.
A lua apareceu e o céu sorriu,
Sozinha eu vou voar.
Mas, queria que você me abraçasse,
Vem voar comigo vem,
Vem beijar meu pensamento.


OBS> Na verdade, esta poesia é uma música.
Explico: Fiz esta música, quando eu tinha dezessete anos.
Em 2002, o meu personagem, Duti, do romance,
A Magia do Farol me pediu para cantá-la num lual.Claro que
concordei e posso até dizer que fiquei honrada com o pedido!
Como a música não foi gravada, ainda, risos por ninguém, resolvi publicá-la, como poesia.
Sim, fiz também uma melodia que, até hoje, poucos conhecem: cantei a minha música para pouquíssimas pessoas.Até porque, não tenho voz de rouxinol. risos

terça-feira, 25 de dezembro de 2007

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

PRESENTE DE NATAL.























NESTA NOITE, O MELHOR PRESENTE É TER A FAMÍLIA INTEIRA REUNIDA!
O NATAL É UM DATA TRISTE PARA OS QUE NÃO RECEBERÃO ESSE PRESENTE.
FELIZ NATAL! MAS NÃO ESQUEÇA DE QUE DIA 25.12 É O ANIVERSÁRIO DE JESUS!

* NA FOTO, ESTOU NO COLO DA MINHA MÃE. ELA PARTIU DIA 19.01.1995.

domingo, 23 de dezembro de 2007

Então, arrepiada fiquei!














Espero que tenhas sentido uma brisa suave e apaziguadora, beijando teu rosto.
Se pudeste sentir, também sentiste o meu perfume no ar.
Pois , em pensamento, fechei meus olhos e pude ver-te e, então,
beijei de leve tua boca e encostei meu corpo no teu.
Senti meu cabelo levantar e tua boca engolir meu pescoço.
Então, arrepiada fiquei e a suave magia do começo,
tornou-se pura excitação.

sábado, 22 de dezembro de 2007

PROCURO...

















...OS MOMENTOS NÃO VIVIDOS, PORÉM,
PRESENTES EM CADA AMANHECER.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Conversando com o Sam.











Ainda sobre Pedofilia - Direitos Humanos- Blogagem Coletiva.

Comentário do Sam:



"De forma alguma aceito o teu tom como hostil ou desagradável, para comigo, por isso: não se preocupe!

Sinto o tom de tristeza ao escrever sobre o tema, pelo que, se sentir adequado, parámos por aqui.

No entanto, gostaria de deixar claro uma coisa. Concordo com você quando nos diz que eles são monstros e os piores criminosos! Sem dúvida nenhuma! Não deve haver crime mais hediondo à face da humanidade do que o maltrato infantil. E, por isso menos, não defendo que eles necessitem de segundas chances como os ladrões que vão para estabelecimento de "correção", mas de tratamento.

São pessoas que estão "mosntruosidadas" (se me permite o neologismo), são pessoas que não souberam desenvolver (ou, em muitos casos, não puderam) o seu lado mais divino e que ficaram pelo seu lado mais "endominiado" (falando em linguagem metafórica).

São pessoas que precisam de tratamento. Um ladrão que rouba para se alimentar precisa de apoio social, mas um violador ou um pedófilo precisa de apoio psicológico.

Acho que, apesar da monstruosidade de seus atos, haverá uma pessoa (por mais perdida que seja) lá dentro.

E, sobretudo, acredito que se os maltratasse, assassinasse ou torturasse me converteria a um monstro pior que eles, porque eu o faria por decisão consciente livre de qualquer psicose.

Não sei se me entende! Talvez a formação académica me tenha tornado defeituoso e me faça pensar assim. Ou, simplesmente, serei demasiado utópico e acredito mesmo no pior dos humanos. Não sei! Sei apenas que acho que não posso desistir de nenhum ser humano, por pior que este seja, pois isso implicaria desistir da Humanidade.

Beijos e desculpe estarmos focando nesse tema. Avancemos a outro menos desagradável?"

19 de Dezembro de 2007 01:23


Perdoa-me a demora da resposta.

Sim, o assunto me entristece e, muito. Mas penso que servirá para alguém. Por esse motivo ele se fez presente em nosso “debate”. Não é mesmo?
Gostei de ler que concordas comigo quando dizes que: “... eles são e os piores criminosos!”. Quanto ao fato de que “são pessoas que não souberam desenvolver (ou, em muitos casos, não puderam) o seu lado mais divino...” Fez-me pensar... A idéia que defendi em meus posts, foi o que aprendi com os meus familiares, o que diz o meu coração e, a minha alma manda. Calma! Risos Não estou falando sobre linchar alguém. Essa vontade com toda certeza passa pela cabeça de muitas pessoas quando sabem de casos de pedofilia. Falo de AMOR, RESPEITO, COMPREENSÃO...E CARINHO, JAMAIS MALTRATAR AS CRIANÇAS E OS IDOSOS. Essa certeza ABSOLUTA eu tenho: POSSUO UM CORAÇÃO BONDOSO E UMA ALMA QUE SOFRE QUANDO VÊ O MAL SURGIR EM ALGUNS CORAÇÕES.
Por falar em alma, segundo o espiritismo, a pessoa que comente maldades em geral, possui um espírito “pobre”; um espírito pouco evoluído. Esse espírito vem a terra para aprender.
Podes estar pensando: “Então estamos todos aprendendo”? Sim estamos. Só que em graus de evolução menores, ou maiores. Tudo depende da bondade que há dentro do coração de cada um de nós. Deus colocou no meu caminho, pessoas com o coração puro e generoso. Eu me espelho nelas, sempre! Agradeço também, constantemente.
Voltando aos pedófilos...
“O pedófilo precisa de apoio psicológico”. Concordo contigo!
Gostaria de saber se tens informações sobre:
1 - Pedófilo que está em tratamento.
2 – Caso afirmativo, se ele admite que o ato monstruoso praticado, não é normal.
3- O tratamento é eficaz?

Confesso: NUNCA pensei nisso antes: tratamento psicológico para os pedófilos.
Se eu seguir essa linha de pensamento, os pedófilos são como os alcoólatras.Explico: O alcoolismo é considerado uma doença, hoje, porque até alguns anos atrás não era.
Entendo tudo o que deixaste aqui registrado. E podes ter certeza de que consegui “assimilar”.
Não sei a tua formação acadêmica. Na verdade, não quase nada ao teu respeito. Explico o nada: SEI QUE TENS UM CORAÇÃO GENEROSO E QUE GOSTA DE SABER A MINHA OPINIÃO. Risos
“Avancemos a outro menos desagradável?” É um convite, ou um desafiou? Risos
Estou aqui para conversar com todos que queiram!
Agradeço as visitas, os desafios, os comentários...as conversas.
Um abraço,
Cármen Neves.

O MEU CORAÇÃO ESTÁ DOENTE.



















Meus lábios estão serrados, calados...
Quardam uma tristeza presente e , infelizmente, real.

Meu coração, está doente, carente...
Lacrado para o amor.

Minha alma recolhe as lágrimas
não roladas, porém deslocadas do fundo do meu coração.

Cármen Neves.
* Não gosto de escrever quando estou triste, mas...

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Tag aceito.















* Foto da minha gata que, morreu ano passado.
Tag: Diga o que vier à cabeça…
O Fernando me convidou para essa Tag que é bem simples: é só dizer o que vem à cabeça a partir das palavras-chave indicadas.
Eis as minhas respostas:

- Uma hora:
A hora que acordo.


- Um astro:
O sol.


- Um móvel:
Mesa. Confesso que aqui demorei um pouco.


- Um líquido:
Água.


- Uma pedra preciosa:
Esmeralda.


- Uma árvore:
Do meu quintal.


- Uma flor:
Orquídea.


- Um animal:
Gato.


- Uma cor:
Branco.


- Uma música:
Carinhoso.


- Um livro:
Castelo dos Desejos.


- Comida:
Arroz com camarão.


- Um lugar:
Farol de Santa Marta, Laguna SC.


- Um verbo:
Amar!


- Uma expressão:
Obrigada!


- Um mês:
Abril.


- Um número:
05.


- Um instrumento musical:
Piano!


- Uma estação do ano:
Outono.



Acabou? Agora que eu estava empolgada... Risos


Fernando,
Adorei a brincadeira! Esta foi a minha primeira participação desde que criei o blog, em 24.10.07. Grata por teres lembrado de mim!
Sei que é de costume repassá-la aos bloggers/amigos (pensei logo em três). Mas como sei que alguns participam por “obrigação” (não foi o meu caso), deixo o convite em aberto. Pode ser assim? Espero que não fiques bravo comigo.
Um abraço e apareça quando puderes,
Cármen Neves.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

PROMETA-ME























PROMETA-ME

NÃO CHORAR

QUANDO EU ME FOR

PARA SEMPRE...

*Foto arquivo pessoal.

É FÁCIL ENGANAR UMA MULHER.

















É FÁCIL ENGANAR UMA MULHER. BASTA UM OLHAR CERTO, ALGUNS ELOGIOS...UM BELO SORRISO!

DIFÍCIL É ENGANAR A MULHER. AQUELA QUE MORA NO TEU CORAÇÃO; QUE MEXE COM AS TUAS ESTRUTURAS...AQUELA QUE TE FAZ SORRIR, MESMO NÃO ESTANDO PRESENTE.


* Foto dos meus olhos.

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

PEDOFILIA . Resposta ao comentário do Sam.

" Minha cara, sobretudo, obrigado pela atenção.

Concordo plenamente contigo quando você diz que os Direitos Humanos são uma conquista de cada cidadão que, ao merecê-los usufrui deles. Também concordo, ao mínimo detalhe, que a educação dotada de virtudes e valores, no caminho Certo é uma educação propensa a criar seres humanos dotados de respeito pelos demais.

Mas, tenho as minhas dúvidas sobre o tratamento dos violadores sexuais. Nós podemos dizer que se cortarmos a mão aos dez primeiros ladrões da cidade, os que, posteriormente, ponderem roubar ou furtar, pensarão bem antes de tomar essa decisão. No entanto, no caso da violação não estamos falando de pessoas ditas "normais", mas de pessoas cujo desenvolvimento moral e também mental não ocorreu adequadamente.

Estas pessoas precisam de tratamento próprio, específico e diferenciado. Não podem ser tratados como criminosos conscientes e decisores responsáveis.

Seja como for, tanto o exemplo da mão cortada dos ladrões como o linxamento dos violadores são exemplos válidos de manutenção dos Direitos Humanos. Se fizermos com eles aquilo que eles fazem conosco, isto é, retirar-lhes os seus direitos mais básicos, estaremos, nós mesmos, a retirar-nos uma coisa ainda mais vital: a nossa própria humanidade.

Ao tratar de "monstros", como bem os poderíamos designar, creio que deveremos saber ser "belos" e ensinar-lhe o caminho Certo de Buda, de Jesus, de Bahá'u'lláh e de tantas outras manifestações divinas que sempre nos ensinaram o bem e o amor ao próximo.

Caso contrário, seremos tão monstros como eles.

Mas, mais uma vez, só tenho que agradecer a sua bela reflexão, dotada da mais sincera preocupação pelas crianças, as vítimas mais indefesas da sociedade. Concordo contigo: a justiça deve ser feita!
Obrigado."

Sam, eis a minha resposta:



Demorei, mas, respondi ao teu “desafio”. Irei apenas comentar o ponto em que há contradição de idéias, tá?!
Caso contrário, o post ficará cansativo. Porém, quero que saibas que, a nossa troca de idéias é em forma de amizade. Nada de “briga” travada, ou algo assim. Risos Explico a razão: Como não estás escutando o tom das minha voz, nem olhando dentro dos meus olhos, as palavras aqui escritas, poderão ser interpretadas de muitas maneiras. Realmente o assunto merece a nossa atenção.

Baseada no teu novo comentário digo:

Não tenho dúvidas que os violentadores sexuais mereçam “tratamento”. Concordo quando dizes que, “são normais”. Tento que para mim eles são MONSTROS, SIM.
“ ...pessoas com desenvolvimento moral”. Para mim, elas são “normais” e merecem ser PUNIDAS. Explico: Se elas são tão normais que USAM DA SUA INTELIGÊNCIA PARA COAGIR, AMEDRONTAR A SUA VÍTIMA. Vítima essa , na sua maioria são CRIANÇAS COM MENOS DE SETE ANOS DE IDADE.
Se tu escutaste o relato de uma policial, acompanhando um exame de corpo delito, numa vítima de SEIS ANOS: UMA MENINA QUE FOI ESTUPRADA, SEXO ANAL E VAGINAL. Pensaria antes de dizer que os pedófilos não são MONSTROS.
Horrorizada e aos prantos ela apenas disse:

“ – AO VER A MENINA “VIVA”( para mim Sam, a menina morreu quando o MONSTRO a tocou), DEITADA NA CAMA, QUASE DESMAIEI. ELA ESTAVA COM UM BURACO TÃO GRANDE ENTRE AS PERNAS QUE OS MÉDICOS NÃO SABIAM AONDE COMEÇAVA O ANUS, OU A VAGINA – OS DOIS ORIFÍCIOS , ERAM APENAS UM ÚNICO E INACREDITÁVEL BURACO”. E ELA TERMINOU DIZENDO:
“- ...” Não vou escrever o que ela disse. È horrível demais, escrever como ela finalizou o relato.

CHOCA , NÉ?

Pensa um pouquinho só e me responda:

- AO INVÉS DA MENINA, DESCONHECIDA, IMAGINA UMA FILHA, UMA IRMÃ , ou/e UMA PARENTE TUA.

Eu imaginei e, mesmo não imaginando, apenas sabendo de que uma CRIANÇA DE SEIS ANOS passou por tudo isso. Só de relembrar o relato, o meu coração disparou e a minha vontade é de linchar um desgraçado desses. FICO INDIGNADA! ESTE ASSUNTO É UM DOS POUCOS QUE ME TIRA DO SÉRIO.
VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS, NUNCA. SEJA ELA QUAL FOR.
ESTUPRADORES E PRINCIPALMENTE PEDÓFILOS, NÃO MERECEM CHANCE.

Concordo contigo quanto a dar um tratamento diferenciado, com ajuda psicológica e tudo mais aos ladrões, por exemplo. Acho que eles têm “cura” e, que nesses casos “vale à pena” tentar. Até porque, muitos roubam para matar a fome de seus filhos. Sei que não é justificativa, mas TOLERO. NO CASO DOS PEDÓFILOS, NÃO HÁ JUSTIFICATIVAS. Perdoa-me, mas são MONSTROS SIM. Eles sabem o que fazem. Tanto é verdade que, aterrorizam as vítimas (crianças), para não contarem nada a sua mãe ( muitas vezes a mãe da criança é a sua esposa) – Meu Deus! Isso é revoltante só pelo fato de escrever, doloroso também. Voltando, ameaçam as vítimas dizendo que irão matar a mãe , caso a criança contar. POR AMAR A MÃE, A CRIANÇA NÃO FALA NADA E, SE SUBMETE AS MONSTRUOSIDADES DO MONSTRO.

SEI QUE A JUSTIÇA DEVERIA FAZER A SUA PARTE – HÁ MILHARES DE EXEMPLOS DE QUE NÃO HÁ JUSTIÇA. LEIS APENAS NOS PAPÉIS; INOCENTES NA CADEIA, CRIMINOSOS SOLTOS.

PARA MIM, OS PEDÓFILOS SÃO CRIMINOSOS SIM. E DIGO MAIS, OS PIORES CRIMINOSOS SOB A FACE DA TERRA.

Quanto aos deficientes mentais , o que tenho para te dizer é o seguinte:

Sou graduada em Gestão de Recursos Humanos. Fiz o meu estágio de conclusão de curso, na APAE de Criciúma SC.
Convivi com professoras e alunos portadores de deficiência mental. POSSO TE ASSEGURAR DE QUE NENHUM DELES VIOLENTARIA UMA CRIANÇA. ELES SÃO CARINHOSOS E AMIGOS ( QUALIDADES RARAS ENTRE OS DITOS “NORMAIS”.
Há casos de que alguns necessitam de calmante para amenizar a agressividade, mas só agridem se são agredidos, caso não estejam medicados.
OS PEDÓFILOS, ILUDEM AS CRIANÇAS, COM BALAS...OU POR A VÍTIMA “CONFIAR” NO MONSTRO.

Queres uma prova de que os pedófilos são MONSTROS e de que esse tipo de CRIME É O PIOR?

OS PRÓPRIOS PRESOS, TANTO “LADRÕES DE GALINHA”,QUANTO OS QUE COMETERAM ASSASSINATO, REPUDIAM A PEDOFILIA E FAZEM “JUSTIÇA” NA CADEIA.
Confesso que não tenho pena deles, quando sei que essa “justiça” é feita.


Sam, os teus comentários têm gerado alguns postS e publicações na minha página. Pena o assunto ser esse, o qual me entristece muito.

Detalhe: erros de concordância e digitação, arrumo depois.

SER TAMBÉM O TEU MAR.

















CHORO DE TRISTEZA,
CHORO DE ALEGRIA...
CHORO DE EMOÇÃO.

MEU CORAÇÃO QUER VOAR,
VIAJAR COM OS VELEIROS,
ENCONTRAR PRAIAS CALMAS E
NESSE ENCONTRO DE ALMAS
SENTIR O CALOR DOS TEUS BEIJOS.

REPOUSAR MINHA PAZ TÃO ESPERADA,
SER A MULHER AMADA,
SER TAMBÉM O TEU MAR...

Cármen Neves, 07.12.2005.

TEUS RIVAIS.









SÃO ELES:
O SOL,O MAR E O VENTO.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Resposta ao desafio do Sam.


















O comentário do Sam, ao meu texto “ Um mundo, uma vida” – blogagem coletiva, Direitos Humanos.


“Já tinha passado pelo seu blog anteriormente mas, desta sou levado a comentar, nem que seja pelo bom senso de quem iniciou essa campanha.
Pessoalmente, o que me custa, é que entendo as agressões físicas e psíquicas como consequência de ciclos viciosos que se iniciam e que dificilmente são travados.
Entendo, mas não aceito. O problema, na minha ótica, é que as pessoas que entendem aceitam, quando deveríamos criar um sistema que, ao invés de meter todos na mesma cadeia, ensinando uns aos outros, deveríamos dar tratamento diferente às necessidades diferentes de cada um.
Quero te agradecer pelo seu texto, na medida em que você conseguiu enumerar quatro faces de um dos maiores males da sociedade moderna: a violência (física do espancamento, sexual, coletiva da guerra e económica e da fome).
Obrigado por um texto que, claramente discerne as quatro.
Se me permite, deixo o desafio: quais seriam as medidas a tomar para que, salvaguardando os direitos humanos, algumas dessas tragédias que assolam o nosso passado sejam eliminadas?”
A minha resposta ao comentário:

Sam - Primeiramente, grata pela visita e comentário. EU TAMBÉM ENTENDO E ASSIM COMO TU,NÃO ACEITO que maldades como essas aconteceram, acontecem e infelizmente acontecerão. Aceito o desafio. Escreverei um post durante essa semana como resposta. Ok! Um abraço.
Sam , o teu desafio foi aceito de pronto! Porém, me perguntei ao escrevê-lo, a razão do mesmo - acho que o meu texto não estava completo. Deve ser porque essa foi a minha primeira participação em blogagem coletiva. Risos
Na verdade não considerei a tua pergunta como um desafio. Apenas como uma pergunta que queres a resposta. Então, eis a minha resposta:


A imagem diz tudo! Sem Ele NADA TEM SENTIDO e, o mundo vira um caos, onde a MALDADE impera.

A minha contribuição para que o mundo, pelo menos por onde passo se torne melhor é PRATICANDO e ENSINANDO O BEM; SENDO JUSTA E ABOLINDO A MALDADE, SEMPRE. NÃO ACEITO QUE NINGUÉM, INCLUSIVE E PRINCIPALMENTE OS FAMILIARES, SIGAM O CAMINHO DO MAL. DOU EXEMPLO! Seguramente os meus filhos não cometerão atos que eu possa me envergonhar. DIFICILMENTE uma criança que tenha recebido, carinho, amor, compreensão, bons exemplos e puxões de orelha quando fizeram algo errado e, os ensinamentos de DEUS, serão adultos voltados a praticar o MAL. Serão adultos justos, éticos e JAMAIS passará em suas cabeças, mesmo enfrentando dificuldades, PRATICAR O MAL. Quando digo mal, quero dizer em geral, dos menores como, puxar o tapete do colega de trabalho para subir dentro de uma empresa, até os maiores como, ASSASSINATO e o INACEITÁVEL PARA MIM: ESTUPRO/PEDOFILIA.


Direitos Humanos. O próprio nome diz tudo!
Direitos – Direitos a muitas coisas, INCLUSIVE VIVER. Não diz que dá direito a tirar a vida, ou cometer atrocidades.

Humanos - Perdoa-me, mas não considero humanos MONSTROS COMO OS PEDÓFILOS. Como mencionei anteriormente no meu texto, NÃO ENCONTRO PALAVRAS PARA DIZER O QUE SINTO QUANDO LEIO NOTÍCIAS DE PEDOFILIA. Sinto REVOLTA E DOR NO MEU CORAÇÃO. AINDA MAIS QUANDO O MONSTRO, É O PRÓPRIO PAI, OU UM PARENTE.
Há também o caso do “PASTOR” SILVIO GALIZA, que ESTÁ SOLTO E RINDO DE TODOS NÓS.

Para quem não sabe, ou não se lembra, SILVIO GALIZA, É O ESTUPRADOR E ASSASSINO DO MENINO DE QUATORZE ANOS, LUCAS TERRA.
Lucas foi QUEIMADO VIVO, no dia 21.03.2001. Ele foi AMARRADO E AMORDAÇADO para não gritar e colocado dentro de uma caixa de madeiret. CARBONIZARAM SEU CORPO PARA ENCOBRIR OS VESTÍGIOS DE PEDOFILIA, COMETIDO PELO SEU ALGOZ, SILVIO GALIZA.

O crime é hediondo e triplamente qualificado. Os promotores do Ministério Público da Bahia pediram a prisão preventiva do ASSASSINO, MAS O JUIZ NÃO QUIS PRENDÊ-LO.
- Será que esse juiz quer que aconteça com os seus filhos, os seus netos, ou com os seus parentes o mesmo que aconteceu com o LUCAS TERRA? Acho que sim.

- Alguém me responda, por favor!

Bem, os Direitos Humanos foi criado e, já que está aí, acho que deveria também, ser criado o DIREITO A LINCHAMENTO PARA OS CASOS DE ESTUPRO. A COMEÇAR PELOS PEDÓLIFOS.
Ah! Estou fugindo ao tema da blogagem? Não. Se MONSTROS TÊM DIREITOS, ESSES SÃO OS DIREITOS QUE DEVEM TER: JUSTIÇA E, SE FOR PRECISO PARA DAR EXEMPLO E PARA QUE Nenhum outro PENSE EM COMETER UMA BARBARIDADE DESSAS, LINCHAMENTO. Duvido que se um estuprador fosse linchado, os demais fariam o mesmo.

A maioria dos estupradores é casada e têm filhos e filhas: onde muitas são suas vítimas. A punição deveria ser mais severa com eles.

"Ah! Devemos dar chance aos estupradores".EU DIGO NÃO.
Sei que o texto teve como foco os estupradores e os pedófilos, mas não consigo fugir deles. É DESUMANO O QUE ELES FAZEM.

Espero que tenha respondido a tua pergunta.

sábado, 15 de dezembro de 2007

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

ESCREVER!













ESCREVER É COMO RESPIRAR: PRECISO E QUERO!

* foto na Acadêmica Brasileira de Letras, Rio de Janeiro, 2005.ESCREVER

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Coberta de desejos por ti.












Quero ficar ociosa em teus braços e ,
quando labutar em teu corpo de macho viril,
ficar completamente no cio.
Olho para teu rosto e não consigo pensar em outra coisa,
a não ser tocar todo teu corpo com minhas mãos e minha boca de fêmea ardente, coberta de desejos por ti.

Poema do livro Pensando em Ti



* Como amanhã não "aparecerei", deixo aos leitores, aos visitantes e aos amigos, três posts. risos
Até sexta-feira, se Deus quiser.
Com carinho,
Cármen Neves.

DIGA-ME...



















DIGA-ME AGORA, O QUE NUNCA ME DISSESTE...

POSSO NÃO ESTAR AQUI AMANHÃ.

LEVA-ME PARA CAMA SE FOR O TEU DESEJO

DESDE QUE ME FAÇA FELIZ!

Cármen Neves 08.05.07

NO TEU CORPO!



















NO TEU CORPO
EU ENCONTRO
VIDA
MAGIA
PROTEÇÃO
CARINHO E
DESEJO!

Cármen Neves 21.06.07

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Blogagem Coletiva. Texto do Ricardo e o meu comentário.








"1. Todos somos poetas: Disso não tenho a menor dúvida. Senti isso na pele. Comecei a escrever por acaso, e confesso que foi uma surpresa. Algumas pessoas mais gabaritadas me deram força e fui testando formas de escrever. Não quero parecer condescendente, arrogante nem falso modesto, mas não é difícil traduzir em letras sentimentos que temos ou situações que vivenciamos. É só uma questão de arriscar;

2. Nem tudo o que produzimos tem qualidade: Devemos ter o bom-senso para reconhecer uma crítica construtiva e aceitá-la sem estresse. A grande questão que vejo é que no campo das artes o que é ou não boa poesia depende muito. Não posso concordar, por exemplo, em chamar o manual da Bruna Putistinha de literatura. Da mesma forma que não posso aceitar que um vaso sanitário cheio de merda, numa sala da bienal, seja considerado arte. Nas letras sinceramente, torço o nariz para “poesias” que nada mais são do que um empilhamento de frases como se fossem versos. Não critico, mas não gosto. A dependência da opinião então pode deixar de ser qualitativa para se tornar comercial ou forma de protesto da vanguarda pseudo-intelectual;

3. Existem regras: Falando em qualidade de poesias, haicais, poetrix e sonetos seguem uma métrica e conceitos bem definidos. Se nos propomos a seguir um determinado caminho temos que respeitá-las. A poesia livre, a transformação do sentir em palavra escrita e daí em um objeto de arte é algo fascinante, isso sim é um campo a ser explorado, sem medo;

4.Falta coragem e disposição: Para muitos, encarar o esforço, que é publicar um livro, é um desafio impossível de se cumprir. Muita gente boa deixa de lado a idéia. Encerram-se no mundo internético e para eles isso basta. Além disso, sem deixar de lado a realidade de que todos gostamos de dinheiro, não percamos de vista que a arte tem um forte apelo social. Estimular a leitura é libertário, para quem escreve e para quem lê. E para isso deve ser levado a todas as camadas, quem obviamente não tem acesso à internet, por mais que o governo diga o contrário. Ao estimular a leitura estimulamos a busca pelo conhecimento. E isso não tem preço;

5. O mercado editorial é bizarro: Quero publicar um livro, o que faço? Reza. Entre as maneiras de publicar encontrei dois grandes segmentos: Gráficas que se passam por editoras, onde o freguês manda editar quantos exemplares quiser, coçando o bolso. O editor não se responsabiliza pela divulgação nem distribuição. No extremo oposto, as editoras propriamente ditas, conte com a sorte de conhecer um canal experiente e adequado, encontrar a editora cuja linha de publicação está aderente ao que quer publicar e ter algo comercialmente vendável. Aí entra a ginga e a malemolência de cada um, pois "marketear", vender e negociar não é fácil.

6. Sites e blogs: São excelentes ferramentas para publicar seus textos. Mas são apenas isso, ferramentas. Como mídia de divulgação é excelente mas ainda assim gostamos de grana. Somente publicando, em papel, podemos alcançar o devido retorno financeiro, se merecermos. Como ainda não se inventou uma forma de se ganhar, realmente, dinheiro publicando em blogs fica aqui o desafio. Deverá ser o próximo estágio na rede.

E tenho dito."

Esse foi o texto que o Ricardo,publicou hoje, em virtude da blogagem coletiva "Poesia e Internet, isso combina?"

Eis o meu comentário:

Ricardo!
Baseada no teu texto, digo:

Quando mais de uma pessoa, diz que “temos futuro”, no mundo das letras, devemos acreditar e investir nos nossos escritos. Se não fossem os incentivos dos amigos, JAMAIS teria editado o meu primeiro livro. Concordo contigo quando falas que: “somos todos poetas”. Bons ou ruins, só o tempo dirá. Mas a paixão pela escrita, ou até mesmo a insana vontade de escrever, nos torna de certa forma, “poetas”.

No caso de vasos sanitários e formas estranhas em bienais, concordo, novamente contigo: nem tudo mesmo é arte. Muito menos literatura, no sentindo amplo da palavra, no caso da Bruna Surfistinha. Mas queres saber de uma coisa? A BRUNA NÃO TEM CULPA. A EDITORA, SIM. Ela apostou e promoveu a moça a ponto do seu livro vender bem, até fora do Brasil. Ah! Foi para essa editora, que enviei o e-mail citado no meu post de hoje. Eles me “recusaram”. Risos

“Falta de coragem e disposição” – Todo esforço para editar um livro, vale a pena! Nem que seja como forma de realização pessoal. Assim eu penso e sinto. É certo que as barreiras encontradas são muitas, desde a falta de dinheiro para publicá-lo, chegando até supermercados que impedem o autor de colocar os seus exemplares à venda no mesmo. E olha que eles não compram os nossos exemplares. O autor os oferece em forma de CONSIGNAÇÃO. Aconteceu comigo, por esse motivo, AFIRMO QUE ACONTECE, infelizmente.

“ O mercado editorial é bizarro” – Sim. Rir ao ler as tuas palavras iniciais: “Quero publicar um livro, o que faço? Reza.” Risos Tu és demais!
Gráficas apenas imprimem o seu livro e, muitas nem ao menos fazem uma revisão. Quanto às editoras, existem as que , editam, divulgam , distribuem, mas TE COBRAM POR ISSO. Na verdade são gráficas oferecendo serviços a mais. No caso de caíres nas graças de uma, vide Bruna Surfistinha, a editora não cobra nada do autor e, ainda o mesmo, ganha um percentual a cada exemplar vendido. Segundo uma amiga escritora a editora ganha em cima do autor. Por esse motivo, “caíres nas graças” é sinônimo de LUCRO.

“ Sites e blogs” – Sim, são “excelentes ferramentas”! Mas para DIVULGAR os teus escritos. Vendi alguns exemplares através da minha página. Só que para vender, tens que ter o livro publicado. Risos Os elogios e comentários dos amigos e visitantes são importantes também. Muito importante!

Bem, esse é o meu comentário. Mais tarde retorno.
Parabéns pela blogagem! Fiquei com vontade de fazer uma também. Risos Quando decidir o tema te aviso.


*Detalhe: Com a devida autorização. O Ricardo Rayol, deixou. risos Grata meu amigo!

“Internet e poesia, isso combina?".Blogagem Coletiva.








Recebi o convite do amigo, Ricardo Rayol , que dizia o seguinte:

“Internet e poesia, isso combina?". Pois bem, mas não é só isso que queremos saber. Gostaríamos também de uma visão pessoal sobre o mercado editorial brasileiro, duvidas ou sugestões de como divulgar poesia na Internet, dicas e dúvidas sobre como escrever uma boa poesia (e é claro, o que é considerado uma boa poesia afinal), como publicar um livro e quais os critérios que as editoras utilizam para publicar um livro de poesia. Incentivos fiscais etc.”

Eis a minha contribuição ao debate em questão ( até rimou). Espero que as minhas palavras possam contribuir, de qualquer forma, com a blogagem.


"Internet e poesia, isso combina?". A minha resposta é SIM!

Poesia combina em: livros, cartazes, jornais, cartões, tv, rádio, declamações...e também na internet.

Encontro poesias e textos em geral, de melhor qualidade na internet do que em livros. Claro, há exceções, como por exemplo: Neruda.

O mercado editorial está carente de bons livros. Perdem, infelizmente, ou melhor, quem perde somos nós os leitores, inúmeros autores por não darem à merecida atenção quando, os mesmos, resolvem mostram os seus originais. Outros nem “perdem tempo”. Sim é uma perda de tempo, por melhor que seja o seu livro, procurar uma editora. E não estou só falando das grandes editoras, as médias e as pequenas também se comportam assim: ignorando-nos. Faltam com o respeito com os autores que gostam de escrever e os quais, na sua grande maioria são EXCELENTES escritores.

No Brasil há milhares de escritores no anonimato. Muitos nascem, crescem , produzem, deixam os seus escritos guardados em gavetas e morrem, sem sequer editarem um livro. Passam uma vida inteira sonhando em ter nas mãos o seu “filho”( para o autor, livro é como se fosse um filho).

Editar um livro através de uma editora, baseado apenas no seu talento é algo RARO. Se alguém conhecer uma que tenha como meta o talento, por favor, me avisa! Repassarei a notícia no mesmo instante os autores talentosos do meu ciclo de amizades.

Sou autora independente! Não por opção. Ser autor independente é ser um “lutador”. Uma “luta” constante não só no que se diz respeito a edição dos seus exemplares. Falo também em divulgação, venda e muito mais. NENHUMA EDITORA ME IMPEDIRÁ DE EDITAR OS MEUS ESCRITOS. Se meus livros são bons ou ruins, elas jamais saberão. Não deixarei nenhuma delas me darem “uma sentença de morte”.

Quando editei o meu primeiro livro, de poemas, não cogitei procurar uma. Muito menos agora, prestes a editar o terceiro. Sei que será um tempo jogado fora.
Como posso fazer tal afirmação? Simplesmente porque elas não lêem os seus originais. Afirmo baseada em relatos de algumas amigas escritoras. TODAS as editoras dão à mesma resposta: “ O seu gênero literário não atende ao mercado no momento”.
Qual mercado?Que gênero? Se eles dispensam, romances, contos, poesias...TODOS os gêneros. E a resposta, na maioria das vezes é dada depois de seis meses. Uma falta de respeito com alguém que passa, muitas vezes anos escrevendo um livro.

A título de experiência, não enviei os meus originais. Mas um e-mail a uma editora. A resposta foi basicamente a mesma: “ O seu gênero literário não atende ao mercado no momento”. Pedi para acessarem a minha página. Bem, acho que não gostaram do que leram. Risos
Estou relando o ocorrido, não pelos meus escritos, mas pensando nos MAGNÍFICOS AUTORES DESCONHECIDOS DO PÚBLICO EM GERAL, MAS CONHECIDOS DA INTERNET. Quando digo MAGNÍFICO, não é só uma palavra para chamar a atenção. Afirmo porque muitos desses autores, para mim melhores do que muitos autores “consagrados”. Fazem-me chorar ao ler as suas poesias , tamanha a beleza contida nelas.

Divulgação de poesia na Internet – Tenho experiência em alguns grupos e sites literários, assim como na minha página pessoal, blog de amigos e atualmente no meu blog, criado no mês passado. Todas as alternativas são válidas! A minha dica é a seguinte: quando alguém, seja lá quem for, criticar uma das tuas poesias, ou um dos teus textos, tenha a humildade para ESCUTAR. Porém, use o bom senso e NÃO ACEITE A CRÍTICA EM SUA TOTALIDADE. PORQUE NINGUÉM É O DONO DA VERDADE ABSOLUTA. Uns gostarão, outros não. Mas não se esqueçam que, até mesmo entre o mundo das letras, HÁ OS INVEJOSOS. E querendo ou não, eles muitas vezes conseguem semear a semente da dúvida.
NUNCA DUVIDE DA SUA CAPACIDADE LITERÁRIA.

“ Como escrever uma boa poesia” – Esta pergunta surgiu em forma de debate, na 2 ª Feira do Livro de Criciúma, nesse ano. Quando a fizeram diretamente a mim, inocentemente, respondi:

- Com o coração e com a inspiração.

A resposta que obtive em tom de ironia e entre risos:

“ – Se for com o coração, também pode ser com o braço, o fígado...mas não está totalmente errada a sua resposta”.

Sem comentários!

Eles terminaram o debate dizendo:

- “ Um bom texto( eles falavam de escrito em geral, incluindo poesia) é aquele que difere dos demais e que também pode ser escrito com o coração ( e me olharam).


“ O que é uma boa poesia?” A minha resposta é a mesma.
Para mim é aquela em que deixo o coração falar. Aliada a toda inspiração presente no momento. Sou movida à inspiração! Sou um instrumento dela! Quanto a esse fato, NINGUÉM DIRÁ QUE ESTOU “CERTA, OU ERRADA”. Pois é assim que escrevo. È assim que sinto!

“Incentivos Fiscais” – Sei que eles existem. NÃO CONHEÇO NENHUM ESCRITOR QUE TENHA SE BENEFICIADO.

Escrevi demais, né? Risos
O motivo não é apenas por estar envolvida, oficialmente, pela literatura desde novembro de 2000(data do lançamento do meu primeiro livro), mas por realmente esse assunto merecer a minha total atenção e dedicação. (Poderia escrever muito mais sobre esse tema!).

Finalizo dizendo que: ESCREVER É UM ATO DE CORAGEM E REQUER DEDICAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO!

Ricardo, parabéns pela iniciativa!

domingo, 9 de dezembro de 2007

“UM MUNDO, UMA VIDA” - BLOGAGEM COLETIVA
















*Detalhe: Como amanhã, dia da blogagem coletiva, "Um Mundo ,Uma Vida", estarei impossibitada de publicar o post, antecipo para hoje.Quero agradecer ao Lino Resende, pelo convite e ao Sam pela iniciativa.




"Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade."

Baseada no título do blogagem , “Direitos Humanos, Um mundo , uma vida” escrevi um texto diferente do que irão ler a seguir.

Infelizmente nos dias de hoje, com tanta modernidade e pessoas engajadas em praticar e transmitir o bem, há inúmeras maldades cometidas contra os seres humanos.Muitas vezes realizadas por alguém bem próximo do convívio da vítima.ALGO ABSURDO,Porém real.
È do conhecimento de todos que têm acesso aos meios de comunicação que, AINDA existe violência das mais inimagináveis possíveis. Destaco as que me revoltam em maior intensidade: ESTUPRO, FOME , MAUS TRATOS CONTRA CRIANÇAS E IDOSOS, E GUERRA.

ESTUPRO – Não me venham justicar que os estupradores têm problemas de ordem mental, ou que sofreram abusos quando crianças e etc. Não aceito nenhuma justificativa para estuprarem CRIANÇAS. Pior ainda quando o estuprador é o pai, ou um parente bem próximo e, por incrível que pareça , em alguns casos com o CONSCIENTIMENTO DA MÃE DA VÍTIMA. NÃO ENCONTRO PALAVRAS PARA DIZER O QUE SINTO QUANDO LEIO A RESPEITO. NA VERDADE LEIO A NOTÍCIA COM LÁGRIMAS NOS OLHOS , REVOLTA E DOR NO MEU CORAÇÃO.

FOME – Pessoas no mundo inteiro MORREM por não terem o que comer. Sei que escrevi apenas isso, mas quero que pensem nisso quando reclarem de que a comida não está boa, ou algo assim.( Aqui poderia citar os políticos, mas penso ser desnecessário, pois é um assunto batido e que outros falarão melhor do que eu).

MAUS TRATOS CONTRA CRIANÇAS E IDOSOS – Só em lembrar de alguns casos lido em jornais, ou vistos na tv, fico INDIGNADA. Não consegui entender, JAMAIS ENTENDEREI, com uma pessoa( pessoa??) consegue maltratar crianças e idosos.UM ATO DE MALDADE SEM EXPLICAÇÃO.

GUERRA – Pessoas matam e cometem as maiores barbaridades contra OUTRAS PESSOAS e para quê?Por “poder”, dinheiro, soberba...Não. Para mim a palavra que defini, não só a GUERRA, MAS O ESTUPRO, A FOME, OS MAUS TRATOS CONTRA CRIANÇAS E IDOSOS É A PALAVRA MALDADE E A FALTA DE DEUS NO CORAÇÃO DOS TIRANOS.

GUERRA, eis aqui a minha explicação por escrever esse texto e “abandonar” o outro. Lembrei-me e JAMAIS esquecerei, do Holocausto. Sim, ao meu entender o ATO MAIS CRUEL QUE PESSOAS( PESSOAS??) COMETEREM CONTRA OUTRAS.Aqui o direito a sofrer foi o que imperou. Aqui tiram-lhes todo o direito a tudo.
Para quem não recorda, aproximandamente doze milhões de pessoas foram mortas pelos nazistas nos campos de concentração.Pessoas era retiradas de seus lares e obrigadas a abandonar toda a sua vida. Se esses MONSTROS “apenas” tirassem a vida de outros seres, já seria um ato de crueldade, pois crianças também estão inseridas neste assustador número. Falo dos experimentos realizados pelo Dr. Josef Mengele, que era chamado de Anjo da Morte( “Anjo”??) pelos prisioneiros de Auschwitz pelos seus experimentos cruéis e bizarros, juntamente com Adolf Hitler. Sinto arrepios ao escrever estes dois nomes. Na verdade não consigo escrever muito quando me recordo as imagens espalhadas na internet.
TODA A MINHA TRISTEZA E INDIGNAÇÃO ESTÃO RESUMIDAS NAS IMAGENS NO POST DE HOJE.

CÁRMENS!

HÁ DENTRO DE MIM, MUITAS CÁRMENS
E, TODAS ELAS SÃO TUA!


sábado, 8 de dezembro de 2007

TUDO PASSA...

Tudo passa...só não passa esta vontade de ter você!

Cármen Neves 16.03.06




sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

O Poema.

O POEMA DESPEDAÇADO

RECOLHE CACOS N'ALMA.




quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

ABRAÇA-ME FORTE.

Não diga nada...
Abraça-me forte, como se fosse o último abraço.
Mais antes leia meus olhos.
Só então, beija a minha boca docemente,
Embalada pelo canto das sereias e pelo balanço do mar!

Cármen Neves 16.03.06

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

A primeira noite com um homem.

...Entramos naquele ambiente preparado para a sedução, num silêncio sabedor dos passos seguintes.No colo dele, fui conduzida ao quarto principal; eu sabia o que iria acontecer, então imóvel deixei que minhas roupas fossem tiradas uma a uma, entre beijos depositados carinhosamente em meu corpo despido e envolvido pela cena que fazia meu coração disparar, diante daquelas mãos experientes.Seus dedos lhe informavam que aquela seria a minha primeira noite com um homem, olhou-me nos olhos e disse-me:
-Não tenhas medo, irei devagar para não te machucar!...

Parte do livro A Magia do Farol - Publicado dezembro de 2002
Cármen Neves


segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Quando o coração não quer, o corpo obedece.

Quando o coração não quer, o corpo obedece.
O pensamento, viaja de encontro ao teu mar de águas calmas e profundas.
A boca, sente o doce toque das poesias.
Então, o coração se acalma e o corpo aguarda ansioso o contato do teu.Mas se o corpo é violado, o coração chora.





Cármen Neves .

O MAIS BELO ACORDE!

O MAIS BELO ACORDE
É PRODUZIDO QUANDO,
A PUREZA DA TUA ALMA,
TOCA A MINHA.


* Foto com a Kátia, a minha professora de piano.


domingo, 2 de dezembro de 2007

Uma imagem!

A imagem é do fotógrafo, Rui Fajardo.Retirada do site www.1000imagens.com


A TUA VOZ...

...FEZ MEU CORPO ACORDAR!

CÁRMEN NEVES.


sábado, 1 de dezembro de 2007

QUERO...

...BEIJAR A TUA BOCA E,
ME ENCONTRAR EM TEU CORPO!