Presente do TUBA -

Presente do TUBA -

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Rima pobre, rima rica, rima...
























Na segunda-feira, dia 28.07., a Júlia me perguntou:

-“ Mãe, o que é rima pobre?”

Eu respondi:

- Canção não rima com paixão?Dor não rima com amor?

- “Sim.”

- Dizem que estas rimas, por exemplo, são pobres. Porém, a mãe não concorda.

- “Por que são pobres e por que a mãe não concorda?”

- Dizem que são pobres porque muitos poetas já fizeram poesias com elas.

A mãe não concorda, porque quando alguém faz poesia está escutando a voz do seu coração. E, os sentimentos vindo daqui( toquei a minha mão indicando o coração), jamais serão “pobres”.

- “ Mãe, se existe rima pobre, existe rima rica”?

- Sim.

Pensei que ela me pediria um exemplo.

Um breve silêncio se fez... Escutei-a falando baixinho:

- “ Se existe rima pobre e existe rima rica, então existe também a rima miserável”.

O silêncio se quebrou com as minhas gargalhadas. Hahahaha!!!! Rimos juntas!

  • Foto da minha Júlia.

OBS.: A Júlia é a minha filha mais nova, fez onze anos no dia doze de junho. Tenho mais dois filhos: A Jéssica com dezoito e o Mário com quatorze anos.

Além de inteligente , carinhosa e linda, ela lê muito!( quando fez nove anos, me pediu um livro de presente de aniversário)!

Aprendeu a escrever seu nome aos três anos de idade.

Aos sete, escreveu a sua primeira peça de teatro( interpretou-a para mim).

Atualmente estou escrevendo dois romances:Num deles a minha protagonista é A JÚLIA!

Sim, o livro será todo dedicada a ela.

Cármen Neves.

www.carmenneves.prosaeverso.net

http://soparadizerquetenhoumblog.blogspot.com/

" Se você julga as pessoas, não tem tempo para amá-las"

( Madre Teresa de Calcutá - 1910-1997)

6 comentários:

Sua escrava disse...

Linda como a mãe

Cármen Neves disse...

Querida! Tu havias sumido. O que houve? Que bom que voltaste!!! Beijos

Ernâni Motta disse...

Cármen, esta história me deixou com um nó na garganta... Mas, diga a Júlia que a rima miserável também vem do coração, e, por vezes, é mais autêntica, pois se o seu autor não teve oportunidade de se tornar um letrado, consegue transformar em palavras os sentimentos. Um beijo para você e outro para ela. E tenham um ótimo fim de semana.

Cármen Neves disse...

Ernâni, passarei a tua explicação a ela. Mas, senti um ar de tristeza no teu comentário. Grata pela visita.

Ern�ni Motta disse...

C�rmen, n�o � tristeza, n�o. Talvez, seja algum sentimento que o olhar pueril da J�lia despertou dentro de mim.
Bjs.

Faculdade de Teologia disse...

Parabens muito bom seu Post!!!!Que Deus continue lhe usando!!!!
Abs!
Faculdade Teológica