Presente do TUBA -

Presente do TUBA -

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Partes íntimas - Causos do meu avô Apúlio Neves.





















Contou-me minha mãe que meu avô Apúlio Neves, tropeiro da família de Getúlio Vargas contava vários causos, em suas andanças pelo sul do país.
Uma delas foi à seguinte:

“ Andava eu pelos pampas e parei para descansar perto de uma árvore. Havia algumas carroças paradas por perto.Eram o pessoal que se apresentaria no circo.Bem, vi três belas gurias.Aproximei-me delas , de mansinho sem que me vissem. Elas estavam tomando banho. Nuas e belas as prendas! Escutei quando uma perguntou para outra:

- “ Como chamas a tua?” – elas olhavam para as partes íntimas.
- “ A minha eu chamo de poço fundo – e a tua?”
- “Maravilha e a tua?”
- “ A melhor coisa do mundo” – e riram.

No dia seguinte, na cidade próxima dali o circo se instalou. Havia um cartaz que premiava a melhor trova. Os guris poderiam fazer versos e coisas do gênero.Subi no palco, avistei as belas gurias na platéia e lasquei o seguinte versinho:

“- Eu queria ser um peixe para nadar no
Poço fundo
Ver a marvilha
E
A melhor coisa do mundo”.


*Este era meu avô Apúlio Neves!

**Sei que o escritor Aparício Silva Rilo( acho que é este seu nome), escreveu um livro dedicado ao meu avô, com seus vários causos.


Cármen Neves.
www.carmenneves.prosaeverso.net
http://soparadizerquetenhoumblog.blogspot.com/
www.recantodasletras.com.br
www.artistasgauchos.com.br
" Se você julga as pessoas, não tem tempo para amá-las"
( Madre Teresa de Calcutá - 1910-1997)

2 comentários:

Mago Ykhro disse...

Cármen, e "diga-se de passagem" que contar causos é o dom de deixar as pessoas mais perto dos fatos da vida. Mas isso de uma forma intrigante, que deixa os ouvintes com uma pontinha de inveja pela forma ousada e dramaticamente convincente da parte do contador. E é algo que jamais se perde, mesmo que recontadas as aventuras com outros personagens.
A propósito, estou dando mais um link, para quando clicar no meu nome aqui neste comentário. Leva para outro endereço onde deixo minha letras. Veja se já conhecia.
Abraços.

Cármen Neves disse...

Mago, sim, é um dom. Meu avô contava vários.Mas, eles me foram repassados por minha mãe. Se eu lembrei de mais algum, publicarei. Sim, o jeito de contar é uma arte!Tentei clicar, mas, não consegui. Manda-me o endereço. Será um prazer passar lá. Abraços e grata pela visita. Bom fim de semana!