Presente do TUBA -

Presente do TUBA -

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

"ILUSÕES DO AMANHÃ"

"Por que eu vivo procurando
Um motivo de viver,
Se a vida às vezes parece de mim esquecer?

Procuro em todas, mas todas não são você
Eu quero apenas viver
Se não for para mim que seja pra você.

Mas às vezes você parece me ignorar
Sem nem ao menos me olhar
Me machucando pra valer.

Atrás dos meus sonhos eu vou correr
Eu vou me achar, pra mais tarde em você me perder.

Se a vida dá presente pra cada um
O meu, cadê?

Será que esse mundo tem jeito?
Esse mundo cheio de preconceito.

Quando estou só, preso na minha solidão
Juntando pedaços de mim que caíam ao chão
Juro que às vezes nem ao menos sei, quem sou.

Talvez eu seja um tolo,
Que acredita num sonho
Na procura de te esquecer
Eu fiz brotar a flor
Para carregar junto ao peito
E crer que esse mundo ainda tem jeito
E como príncipe sonhador
Sou um tolo que acredita ainda no amor."
PRÍNCIPE POETA (Alexandre Lemos - APAE)

"Este poema foi escrito por um aluno da APAE,
chamado, pela sociedade, de excepcional. Excepcional é a sua sensibilidade! Ele tem 28 anos, com idade mental de 15 e peço que divulguem para prestigiá-lo. Se uma pessoa assim acredita tanto porque as que se dizem normais não acreditam?"



No ano passado, recebi este e-mail de uma amiga(Cleonice)e passei a admirar ainda mais essas pessoas que lá estudam - na APAE!
Fiz o um estágio para o meu TCC, na APAE de Criciúma SC e senti o quanto os alunos e os profissionais são realmente especiais!
Especiais, no sentido amplo, verdadeiro e belo da palavra!

Cármen Neves.

6 comentários:

Adao Braga disse...

linkei seu blog, e também fiz um link lá no meu!

Cármen Neves disse...

Olá meu amigo!Grata pela visita e pelo link!

Murdock disse...

Sabe, eu também acredito... mas acho que os que acreditam são os excepcionais, deixados de lado, isolados.
Talvez ele seja chamado de excepcional não por alguma diferença genética mas porque ainda acredita nesse sentimento...

Beth disse...

Hoje iria postar mais um poema, mas farei isso na próxima semana. Vou abrir meu espaço para esse belissimo poema.
Beijos

Cármen Neves disse...

Murdock - Temos que acreditar no amor, mesmo que muitas vezes ele nos fez sofrer( ele não a pessoa) risos.

Beth - O poema merece ser divulgado: pela beleza e a sensibilidade ímpar do autor.Grata querida!

Faculdade de Teologia disse...

Muito interesante seu post!! parabens ,q Deus lhe abençoe.
Abs!
Faculdade Teológica