Presente do TUBA -

Presente do TUBA -

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Conversando com o Sam.











Ainda sobre Pedofilia - Direitos Humanos- Blogagem Coletiva.

Comentário do Sam:



"De forma alguma aceito o teu tom como hostil ou desagradável, para comigo, por isso: não se preocupe!

Sinto o tom de tristeza ao escrever sobre o tema, pelo que, se sentir adequado, parámos por aqui.

No entanto, gostaria de deixar claro uma coisa. Concordo com você quando nos diz que eles são monstros e os piores criminosos! Sem dúvida nenhuma! Não deve haver crime mais hediondo à face da humanidade do que o maltrato infantil. E, por isso menos, não defendo que eles necessitem de segundas chances como os ladrões que vão para estabelecimento de "correção", mas de tratamento.

São pessoas que estão "mosntruosidadas" (se me permite o neologismo), são pessoas que não souberam desenvolver (ou, em muitos casos, não puderam) o seu lado mais divino e que ficaram pelo seu lado mais "endominiado" (falando em linguagem metafórica).

São pessoas que precisam de tratamento. Um ladrão que rouba para se alimentar precisa de apoio social, mas um violador ou um pedófilo precisa de apoio psicológico.

Acho que, apesar da monstruosidade de seus atos, haverá uma pessoa (por mais perdida que seja) lá dentro.

E, sobretudo, acredito que se os maltratasse, assassinasse ou torturasse me converteria a um monstro pior que eles, porque eu o faria por decisão consciente livre de qualquer psicose.

Não sei se me entende! Talvez a formação académica me tenha tornado defeituoso e me faça pensar assim. Ou, simplesmente, serei demasiado utópico e acredito mesmo no pior dos humanos. Não sei! Sei apenas que acho que não posso desistir de nenhum ser humano, por pior que este seja, pois isso implicaria desistir da Humanidade.

Beijos e desculpe estarmos focando nesse tema. Avancemos a outro menos desagradável?"

19 de Dezembro de 2007 01:23


Perdoa-me a demora da resposta.

Sim, o assunto me entristece e, muito. Mas penso que servirá para alguém. Por esse motivo ele se fez presente em nosso “debate”. Não é mesmo?
Gostei de ler que concordas comigo quando dizes que: “... eles são e os piores criminosos!”. Quanto ao fato de que “são pessoas que não souberam desenvolver (ou, em muitos casos, não puderam) o seu lado mais divino...” Fez-me pensar... A idéia que defendi em meus posts, foi o que aprendi com os meus familiares, o que diz o meu coração e, a minha alma manda. Calma! Risos Não estou falando sobre linchar alguém. Essa vontade com toda certeza passa pela cabeça de muitas pessoas quando sabem de casos de pedofilia. Falo de AMOR, RESPEITO, COMPREENSÃO...E CARINHO, JAMAIS MALTRATAR AS CRIANÇAS E OS IDOSOS. Essa certeza ABSOLUTA eu tenho: POSSUO UM CORAÇÃO BONDOSO E UMA ALMA QUE SOFRE QUANDO VÊ O MAL SURGIR EM ALGUNS CORAÇÕES.
Por falar em alma, segundo o espiritismo, a pessoa que comente maldades em geral, possui um espírito “pobre”; um espírito pouco evoluído. Esse espírito vem a terra para aprender.
Podes estar pensando: “Então estamos todos aprendendo”? Sim estamos. Só que em graus de evolução menores, ou maiores. Tudo depende da bondade que há dentro do coração de cada um de nós. Deus colocou no meu caminho, pessoas com o coração puro e generoso. Eu me espelho nelas, sempre! Agradeço também, constantemente.
Voltando aos pedófilos...
“O pedófilo precisa de apoio psicológico”. Concordo contigo!
Gostaria de saber se tens informações sobre:
1 - Pedófilo que está em tratamento.
2 – Caso afirmativo, se ele admite que o ato monstruoso praticado, não é normal.
3- O tratamento é eficaz?

Confesso: NUNCA pensei nisso antes: tratamento psicológico para os pedófilos.
Se eu seguir essa linha de pensamento, os pedófilos são como os alcoólatras.Explico: O alcoolismo é considerado uma doença, hoje, porque até alguns anos atrás não era.
Entendo tudo o que deixaste aqui registrado. E podes ter certeza de que consegui “assimilar”.
Não sei a tua formação acadêmica. Na verdade, não quase nada ao teu respeito. Explico o nada: SEI QUE TENS UM CORAÇÃO GENEROSO E QUE GOSTA DE SABER A MINHA OPINIÃO. Risos
“Avancemos a outro menos desagradável?” É um convite, ou um desafiou? Risos
Estou aqui para conversar com todos que queiram!
Agradeço as visitas, os desafios, os comentários...as conversas.
Um abraço,
Cármen Neves.

5 comentários:

SAM disse...

Obrigado pelas palavras de elogio!

Sinceramente nem sei o que dizer. Me parece que o desafio agora passou para o meu lado, não é? Encontrar casos de tratamentos... e eficácia?!

Wow! Eficácia é uma coisa que eu não tenho conhecimento quando os meus colegas pretendem "tratar" desses casos. O que há é manutenção de um estado estável e não cura. Pelo menos é o que a psicologia de hoje encontra.

Num futuro próximo, quem sabe, a psicologia possa se desenvolver e educar curas eficazes para os males da Humanidade e a educação para preveni-los.

Neste momento, o único que podemos fazer, quem sabe, é o apoio ao humanismo que eles têm em si, tentando ajuda-los a manter o seu "demónio" pessoal sob controle.

Qualquer outra pergunta, é só fazer. Eu estou atento ao seu blog!

Bjs.

Cármen Neves disse...

Sam, ou devo chamá-lo de doutor?! risos Já que estou falando com um profissional da área,tenho algumas perguntas sim.Não me ficou claro se há casos em que o pedófilo está em tratamento. A parte que menciona o tratamento, parece algo lido em livros. Quero saber se há um caso concreto de que o pedófilo está em tratamento.Sabe, na verdade, não imagino o "doente" procurnado um psicólogo de LIVRE VONTADE.
As perguntas são:

1 - Conhece pelo menos UM?
2 - Se um chegar até o teu consultório, tu conseguirás tratá-lo como os demais pacientes? Sei que irás. Falo de sentí-lo como um doente e não como um monstro.Fiz essa pergunta, porque imagino qual seria a minha reação diante de um.
3 - Algum colega de profissão se dedica a casos de pedofilia?
Bem, quero que saibas que os elogios são teus. Não reverti o desafio. Ele se fez necessário: SOU CURIOSA. risos
Um abraço e aguardo as tuas respostas.

SAM disse...

Bem, é a primeira vez que você me responde no próprio comentário...

Conheço e, em especial em Portugal, tem-se falado muito do tema.

Os tratamentos tendem a surgir por ordem judicial, porque nenhum "monstro" (como vc denomina) tem consciência da sua bestialidade. Os tratamentos têm a ver com medicação diversa (para diminuir ou tirar o dito "apetite sexual") e outras coisas.

Mas, como não sei bem do tema e sei que a sua eficácia é reduzida, não entrarei em muitos mais detalhes (pelo menos por enquanto). Precisarei rever algumas fontes!

Quanto a me tratar de doutor... tenha santa paciência! No meu passaporte esse nome não surge, por isso posso dispensá-lo ;-)

Bjs e feliz natal!

Cármen Neves disse...

Sam - Fez alguma diferença responder no comentário? risos E foi a primeira vez que não te avisei, mas isso eu não fiz para ver se estavas "atento" ao blog. Gostei de saber do resultado.
Então era como eu pensava, eles não chegam até os psicólogos de livre vontade.Reveja as fontes e depois me informa, tá?!
Quanto ao título, foi só para ficares sabendo que AGORA SEI QUAL a tua formação acadêmica!
Falando em passaporte, tenho que fazer o meu. Um abraço e boas festas.

SAM disse...

Quando o fizer, avisarei ;-)

Espero que 2007 seja repleto de tantas boas e agradáveis notícias e informações como a sua alma deseja e merece.

E não se preocupe com os título :-)

Bjs.