Presente do TUBA -

Presente do TUBA -

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

" Não é a força ,mas a constância dos bons sentimentos que conduz o homem à felicidade".Nietzsche

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

PEDOFILIA . Resposta ao comentário do Sam.

" Minha cara, sobretudo, obrigado pela atenção.

Concordo plenamente contigo quando você diz que os Direitos Humanos são uma conquista de cada cidadão que, ao merecê-los usufrui deles. Também concordo, ao mínimo detalhe, que a educação dotada de virtudes e valores, no caminho Certo é uma educação propensa a criar seres humanos dotados de respeito pelos demais.

Mas, tenho as minhas dúvidas sobre o tratamento dos violadores sexuais. Nós podemos dizer que se cortarmos a mão aos dez primeiros ladrões da cidade, os que, posteriormente, ponderem roubar ou furtar, pensarão bem antes de tomar essa decisão. No entanto, no caso da violação não estamos falando de pessoas ditas "normais", mas de pessoas cujo desenvolvimento moral e também mental não ocorreu adequadamente.

Estas pessoas precisam de tratamento próprio, específico e diferenciado. Não podem ser tratados como criminosos conscientes e decisores responsáveis.

Seja como for, tanto o exemplo da mão cortada dos ladrões como o linxamento dos violadores são exemplos válidos de manutenção dos Direitos Humanos. Se fizermos com eles aquilo que eles fazem conosco, isto é, retirar-lhes os seus direitos mais básicos, estaremos, nós mesmos, a retirar-nos uma coisa ainda mais vital: a nossa própria humanidade.

Ao tratar de "monstros", como bem os poderíamos designar, creio que deveremos saber ser "belos" e ensinar-lhe o caminho Certo de Buda, de Jesus, de Bahá'u'lláh e de tantas outras manifestações divinas que sempre nos ensinaram o bem e o amor ao próximo.

Caso contrário, seremos tão monstros como eles.

Mas, mais uma vez, só tenho que agradecer a sua bela reflexão, dotada da mais sincera preocupação pelas crianças, as vítimas mais indefesas da sociedade. Concordo contigo: a justiça deve ser feita!
Obrigado."

Sam, eis a minha resposta:



Demorei, mas, respondi ao teu “desafio”. Irei apenas comentar o ponto em que há contradição de idéias, tá?!
Caso contrário, o post ficará cansativo. Porém, quero que saibas que, a nossa troca de idéias é em forma de amizade. Nada de “briga” travada, ou algo assim. Risos Explico a razão: Como não estás escutando o tom das minha voz, nem olhando dentro dos meus olhos, as palavras aqui escritas, poderão ser interpretadas de muitas maneiras. Realmente o assunto merece a nossa atenção.

Baseada no teu novo comentário digo:

Não tenho dúvidas que os violentadores sexuais mereçam “tratamento”. Concordo quando dizes que, “são normais”. Tento que para mim eles são MONSTROS, SIM.
“ ...pessoas com desenvolvimento moral”. Para mim, elas são “normais” e merecem ser PUNIDAS. Explico: Se elas são tão normais que USAM DA SUA INTELIGÊNCIA PARA COAGIR, AMEDRONTAR A SUA VÍTIMA. Vítima essa , na sua maioria são CRIANÇAS COM MENOS DE SETE ANOS DE IDADE.
Se tu escutaste o relato de uma policial, acompanhando um exame de corpo delito, numa vítima de SEIS ANOS: UMA MENINA QUE FOI ESTUPRADA, SEXO ANAL E VAGINAL. Pensaria antes de dizer que os pedófilos não são MONSTROS.
Horrorizada e aos prantos ela apenas disse:

“ – AO VER A MENINA “VIVA”( para mim Sam, a menina morreu quando o MONSTRO a tocou), DEITADA NA CAMA, QUASE DESMAIEI. ELA ESTAVA COM UM BURACO TÃO GRANDE ENTRE AS PERNAS QUE OS MÉDICOS NÃO SABIAM AONDE COMEÇAVA O ANUS, OU A VAGINA – OS DOIS ORIFÍCIOS , ERAM APENAS UM ÚNICO E INACREDITÁVEL BURACO”. E ELA TERMINOU DIZENDO:
“- ...” Não vou escrever o que ela disse. È horrível demais, escrever como ela finalizou o relato.

CHOCA , NÉ?

Pensa um pouquinho só e me responda:

- AO INVÉS DA MENINA, DESCONHECIDA, IMAGINA UMA FILHA, UMA IRMÃ , ou/e UMA PARENTE TUA.

Eu imaginei e, mesmo não imaginando, apenas sabendo de que uma CRIANÇA DE SEIS ANOS passou por tudo isso. Só de relembrar o relato, o meu coração disparou e a minha vontade é de linchar um desgraçado desses. FICO INDIGNADA! ESTE ASSUNTO É UM DOS POUCOS QUE ME TIRA DO SÉRIO.
VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS, NUNCA. SEJA ELA QUAL FOR.
ESTUPRADORES E PRINCIPALMENTE PEDÓFILOS, NÃO MERECEM CHANCE.

Concordo contigo quanto a dar um tratamento diferenciado, com ajuda psicológica e tudo mais aos ladrões, por exemplo. Acho que eles têm “cura” e, que nesses casos “vale à pena” tentar. Até porque, muitos roubam para matar a fome de seus filhos. Sei que não é justificativa, mas TOLERO. NO CASO DOS PEDÓFILOS, NÃO HÁ JUSTIFICATIVAS. Perdoa-me, mas são MONSTROS SIM. Eles sabem o que fazem. Tanto é verdade que, aterrorizam as vítimas (crianças), para não contarem nada a sua mãe ( muitas vezes a mãe da criança é a sua esposa) – Meu Deus! Isso é revoltante só pelo fato de escrever, doloroso também. Voltando, ameaçam as vítimas dizendo que irão matar a mãe , caso a criança contar. POR AMAR A MÃE, A CRIANÇA NÃO FALA NADA E, SE SUBMETE AS MONSTRUOSIDADES DO MONSTRO.

SEI QUE A JUSTIÇA DEVERIA FAZER A SUA PARTE – HÁ MILHARES DE EXEMPLOS DE QUE NÃO HÁ JUSTIÇA. LEIS APENAS NOS PAPÉIS; INOCENTES NA CADEIA, CRIMINOSOS SOLTOS.

PARA MIM, OS PEDÓFILOS SÃO CRIMINOSOS SIM. E DIGO MAIS, OS PIORES CRIMINOSOS SOB A FACE DA TERRA.

Quanto aos deficientes mentais , o que tenho para te dizer é o seguinte:

Sou graduada em Gestão de Recursos Humanos. Fiz o meu estágio de conclusão de curso, na APAE de Criciúma SC.
Convivi com professoras e alunos portadores de deficiência mental. POSSO TE ASSEGURAR DE QUE NENHUM DELES VIOLENTARIA UMA CRIANÇA. ELES SÃO CARINHOSOS E AMIGOS ( QUALIDADES RARAS ENTRE OS DITOS “NORMAIS”.
Há casos de que alguns necessitam de calmante para amenizar a agressividade, mas só agridem se são agredidos, caso não estejam medicados.
OS PEDÓFILOS, ILUDEM AS CRIANÇAS, COM BALAS...OU POR A VÍTIMA “CONFIAR” NO MONSTRO.

Queres uma prova de que os pedófilos são MONSTROS e de que esse tipo de CRIME É O PIOR?

OS PRÓPRIOS PRESOS, TANTO “LADRÕES DE GALINHA”,QUANTO OS QUE COMETERAM ASSASSINATO, REPUDIAM A PEDOFILIA E FAZEM “JUSTIÇA” NA CADEIA.
Confesso que não tenho pena deles, quando sei que essa “justiça” é feita.


Sam, os teus comentários têm gerado alguns postS e publicações na minha página. Pena o assunto ser esse, o qual me entristece muito.

Detalhe: erros de concordância e digitação, arrumo depois.

6 comentários:

Fernando MS - Pulga disse...

Obrigado pela visita, comentário e voto :)

Cármen Neves disse...

Fernando - De nada! Grata pela visita.

SAM disse...

De forma alguma aceito o teu tom como hostil ou desagradável, para comigo, por isso: não se preocupe!

Sinto o tom de tristeza ao escrever sobre o tema, pelo que, se sentir adequado, parámos por aqui.

No entanto, gostaria de deixar claro uma coisa. Concordo com você quando nos diz que eles são monstros e os piores criminosos! Sem dúvida nenhuma! Não deve haver crime mais hediondo à face da humanidade do que o maltrato infantil. E, por isso menos, não defendo que eles necessitem de segundas chances como os ladrões que vão para estabelecimento de "correção", mas de tratamento.

São pessoas que estão "mosntruosidadas" (se me permite o neologismo), são pessoas que não souberam desenvolver (ou, em muitos casos, não puderam) o seu lado mais divino e que ficaram pelo seu lado mais "endominiado" (falando em linguagem metafórica).

São pessoas que precisam de tratamento. Um ladrão que rouba para se alimentar precisa de apoio social, mas um violador ou um pedófilo precisa de apoio psicológico.

Acho que, apesar da monstruosidade de seus atos, haverá uma pessoa (por mais perdida que seja) lá dentro.

E, sobretudo, acredito que se os maltratasse, assassinasse ou torturasse me converteria a um monstro pior que eles, porque eu o faria por decisão consciente livre de qualquer psicose.

Não sei se me entende! Talvez a formação académica me tenha tornado defeituoso e me faça pensar assim. Ou, simplesmente, serei demasiado utópico e acredito mesmo no pior dos humanos. Não sei! Sei apenas que acho que não posso desistir de nenhum ser humano, por pior que este seja, pois isso implicaria desistir da Humanidade.

Beijos e desculpe estarmos focando nesse tema. Avancemos a outro menos desagradável?

Anônimo disse...

olá, passei a vista e tropecei nuns buracos negros horrorosos, coisa tão pintada de inferno, mas lembrem-se que isso é o "pão nosso" das situações de guerra - por todo o mundo, em todas as épocas os soldados predadores (ou serão heróis conquistadores?) chegam e violam matam mulheres crianças tudo, tudo.. é todo esse inferno que carregamos há milhares de anos mas você... só agora acordou ?

Cármen Neves disse...

Anônimo - Não "acordei" somente agora. EU NASCI ACORDADA. Não aceito que ,mesmo em situações de guerra, haja maltratos , principalmente com crianças. Se cometeste este mal, sinto por ti.Se quiseres falar mais a respeito, estou aqui.Desejo-te paz, paz dentro do teu coração. Grata pela visita e comentário.

Faculdade de Teologia disse...

Muito interesante seu post!! parabens ,q Deus lhe abençoe.
Abs!
Faculdade Teológica